Nova espécie de Orquídea Phalaenopsis Híbrida


A Phalaenopsis é uma das mais belas e populares orquídeas e é produzida e cultivada em larga escala pela indústria brasileira. Por isto mesmo, existe hoje um grande número de híbridos, fruto do cruzamento de espécies em cativeiro.
Conheça abaixo uma das novas espécies:

Conheça estas espécies à venda no site da Florencanto

O nome Phalaenopsis deriva das palavras gregas: phálaina "mariposa"; e opsis "parecido", aludindo à forma das flores de algumas espécies que lembram mariposas em voo. 
Essas lindas orquídeas não são comuns como espécies puras em coleções, sendo a maioria das mais conhecidas híbridos gerados de semente, e depois reproduzidas do caule.
Conhecida por se adaptar bem até em apartamentos de centros urbanos, a Phalaenopsis é uma planta que precisa de rega a cada 7-15 dias, dependendo da época e tolera bem temperaturas mais elevadas.
Há dois tipos principais: o padrão e o miniatura. O primeiro pode chegar a 1 m de altura, enquanto as miniaturas ficam em torno de 30 cm. Ambos tem a estrutura bem semelhante, diferindo apenas no tamanho.


O cultivo ideal é em estufas quentes, em local bem iluminado, na sombra. 

A Phalaenopsis se adapta bem em substratos ricos em casca de madeira e xaxim (este último, proibido por lei. Está sendo feito atualmente o uso de fibra da casca do coco).

O carvão vegetal e os musgos (ou espumas artificias para reter a umidade) também estão presentes.
Uma vez ao mês, pode ser feito uso de fertilizante NPK 10:10:10, numa pequena porção em uma colher de café para um litro de água. 

Plantas floridas ou com suas raízes ainda não adaptadas ao vaso não devem receber estes fertilizantes.

Comentários

Postagens mais visitadas